28 de dez de 2013

My mom's boyfriend - Capítulo doze

Eu não quero nada com você

Narrado por Charlotte
Chegamos no apartamento de Zayn, ele abriu a porta e entramos. Ele foi para seu quarto e fui atrás, já que não queria ficar sozinha na sala. Ele pegava duas caixas dentro de seu guarda-roupa. Ele as deixou em cima da cama e ficou me encarando.
- Que foi? -Perguntei confusa-
- Você é tão linda Lottie -Ele disse passando a mão em minha bochecha- Tenho saudades do seu beijo, do seu toque -Ele sussurrou em meu ouvido- Eu te quero Lottie! -Ele falou-
- Você já me tem... -Respondi fechando os olhos, ao sentir seus lábios nos meus-
Sua mão se encaixou em minha cintura, e as minhas foram para seu pescoço. Zayn me beijava de uma forma intensa e selvagem. Ele me puxou, grudando mais ainda nossos corpos. Caminhamos pra trás e caímos na cama, ele ficou por cima de mim, beijando meu pescoço. Minhas mãos foram rápidas e tirou a camisa dele, que sorriu de forma maliciosa. Ele voltou a beijar meus lábios e começou a levantar meu vestido até a cintura
- Nossa -Ele disse me olhando-
- Não me deixe sem graça -Eu disse revirando os olhos. Ele voltou a me beijar-
Suas mãos foram para a lateral de meu corpo, onde ele começou a fazer carinho. Elas subiram para meus seios, e começou a apalpá-los. Minha mãos foram para sua cintura e começaram a abaixar suas calças, o deixando apenas de cueca. Ele levantava cada vez mais meu vestido. Estava prestes a tirá-lo, quando meu celular começa a tocar.
- Droga! -Ele reclamou-
- Alô -Atendi-
- Lottie, seja lá o que for que você estiver fazendo com Zayn, é melhor você voltar logo! -Ela falou aflita-
- O que aconteceu Molly? -Perguntei preocupada. Zayn saiu em cima de mim e ficou me olhando.Levantei da cama-
image
- Primeiro: Sua mãe já está procurando vocês. Segundo: Julio está aqui. Terceiro: Jullie está com gracinhas pra cima dele! -Ela falou-
- Fala pra minha mãe que já estou chegando. Mas agora me explica: POR QUE JULLIE ESTÁ DANDO EM CIMA DO CÉSAR? -Falei nervosa e Zayn bufou-
- Porque você sabe como é sua prima -Revirei os olhos- E eles já tiveram um caso no passado e etc...
- Nem me lembre que os dois namoraram... -Eu disse com nojo-
- Volta logo, daqui a pouco sua mãe está indo atrás de vocês! -Molly falou e desligou o telefone-
- O que foi? -Zayn perguntou-
- Minha mãe já está procurando a gente. César está lá e Jullie está dando em cima dele -Disse brava-
- Sempre esse menino! Na boa Lottie, ele nem gosta de você -Zayn falou-
- Por quê? -Perguntei confusa-
- Não sei -Revirei os olhos- É sério! Eu tenho a leve impressão de que esse garoto não presta e não é o cara certo pra você! -Ele falou se levantando e se vestindo-
- E quem é o cara certo pra mim então? -Perguntei arqueando a sobrancelha. Ele se aproximou de mim-
- Alguém bem melhor que ele... -Ele disse fitando meus lábios-
- Quem? -Perguntei me perdendo em seus olhos-
- Não sei... -Ele disse e me beijou-
- Vamos Zayn! -Disse assim que paramos o beijo-
- Eu queria ficar aqui com você! -Ele fez um biquinho-
- Querer não é poder -Disse piscando-
Saímos do apartamento e fomos para o estacionamento. Pegamos o carro e voltamos para casa. Minha mãe puxou Zayn e não desgrudou mais. Observei César em um canto conversando com meu vô e me aproximei deles.
- Oi -Disse sorrindo-
- Oi Lottie -César me deu um beijo no rosto- Feliz natal!
- Pra você também! -O abracei de lado- Vejo que já conheceu meu avô!
- Eu precisava conhecer o futuro namorado da minha neta -Meu vô falando-
- Ai que vergonha! -Disse tampando o rosto-
- Vamos para um lugar mais sossegado -Ele falou e eu assenti-
Fomos para o o jardim, onde tem a piscina. Nos sentamos nas cadeiras e ficamos conversando. César me fazia rir o tempo todo, estava me divertindo muito com ele. Até o mesmo fala uma coisa que não me agradou muito.
- Fico feliz em ver Jullie -Ele disse sorrindo-
- Que legal... -Eu sorri totalmente falsa-
- Que foi? -Ele perguntou-
- Não sei se você se lembra, mas eu a odeio -Sorri cínica-
- Por quê? -Ele perguntou totalmente confuso-
- Vou ser bem sincera, o.k? -Eu perguntei e ele assentiu- Eu gosto de você desde a quinta série. Jullie sempre soube disso e aproveitou esse fato, para me provocar. Quando vocês namoraram, ela chegou em casa toda feliz dizendo que você a amava e nunca iria olhar pra mim, porque eu era uma perdedora. Depois desse dia, eu fiquei morrendo de raiva dela e comecei a achar que você realmente nunca iria olhar pra mim! Então esse é o motivo para eu a odiar -Confessei tudo na cara dele. Não sei da onde saiu tanta coragem-
- Nossa, eu estou sem o que dizer... -Ele falou- Eu realmente gostei de Jullie, mas isso já faz 2 anos. Eu não consigo sentir mais nada por ela! -Ele falou sincero-
- O que aconteceu pra vocês dois terminarem? -Perguntei curiosa-
- Peguei Jullie me traindo -Ele falou bravo. Ri-
- Essa é mais uma prova de que essa menina é uma vadia! -Falei murmurando-
- Ela é sua prima! -Ele falou chocado-
- Eu sei. Infelizmente a gente não escolhe a família! -Fiz uma carinha triste- Mas vamos mudar de assunto, hoje é natal e não temos que ficar vivendo de passado -Falei sorrindo novamente. Se eu sou bipolar? Só um pouquinho-
- Me ajuda? -Ele perguntou e eu assenti- Eu gosto de uma garota, mas eu já dei várias mancadas com ela. Mas eu faço de tudo para tê-la. O que eu faço? -Ele perguntou meio desesperado-
- Hum... -Disse meio triste- Chega nela e diz o que sente -Sorri-
- Você acha que vai funcionar? -Ele perguntou esperançoso-
- Sim, se você gosta dela de verdade, não pode desistir facilmente. E eu tenho certeza que ela gosta de você também, porque você é muito simpático, fofo e bonito -Disse sorrindo para ele-
- Se eu dar uma flor pra ela, ou algo do tipo, vai ser muito clichê? -Ele perguntou. Ri da pergunta-
- Não, as meninas gostam desse tipo de coisa! -Eu falei tentando o ajudar-
- Certo... -Ele respirou fundo e se levantou. Foi em direção ao pé de rosas e pegou uma. Voltou em minha direção- Lottie -Ele suspirou. Não me diga que a garota sou eu...- Se você estiver pensando se a garota é você, acertou -Fiquei de boca aberta-
- Ai Senhor! -Falei chocada. Me levantei-
- Eu pedi um conselho com uma garota sobre como falar que eu gosto de você, ela era bem gata, mas não mais do que você -Ele falou divertido e comecei a rir- Olha, eu sei que não fui uma das melhores pessoas no passado, já fiz você chorar muito, mas eu juro que não sabia que você gostava de mim... -Assenti- Assim que terminei meu namoro com Jullie, eu comecei a reparar em você, o jeito como você ficava quando estava concentrada na aula, quando mexia o cabelo, quando mordia os lábios. Eu me apaixonei por cada detalhe seu...-Ele falou se aproximando- E eu gostaria de saber se você... -Ele ia me fazer a pergunta que eu mais esperei na minha vida, quando nos interromperam-
- Julio, eu estava te procurando -Jullie falou nos separando e o abraçando- O que está fazendo aqui com ela? -Ela perguntou com nojo-
- Você quer mesmo saber? -Ele perguntou e Jullie assentiu- O.K! Continuando -Ele se separou de Jullie e veio até a mim- Eu gostaria de saber se você aceita namorar comigo? -Ele perguntou. Jullie olhou chocada para nós-
- Aceito! Claro que eu aceito! -Falei empolgada e ele me beijou-
- O que foi Jullie? Achou que eu nunca iria olhar pra ela? -César perguntou e ela saiu de lá irritada-
- Acho que ela se irritou -Comentei e rimos-
Ficamos conversando e depois entramos. César teve que ir em bora, pois sua família o estava esperando. A noite de natal se passou rápida e meus familiares foram em bora por volta das 5:00 horas da manhã. Minha mãe estava tomando banho e só restava eu e Zayn na sala. Fiquei conversando por mensagens com César. Até que Zayn falou comigo.
- Lottie -Ele me chamou-
- Fala -Perguntei o olhando-
- Será se você poderia me dar atenção? -Ele perguntou arqueando a sobrancelha-
- Desculpa Malik, eu estava conversando com meu namorado -Disse sorrindo e ele me encarou-
- Que namorado? -Ele perguntou meio irritado-
- Julio César -Eu disse sorrindo toda boba-
- QUÊ? VOCÊ ESTÁ NAMORANDO COM ELE? -Ele perguntou bravo-
- Sim, qual o problema? Não estamos juntos, lembra disso? -Perguntei ficando irritada também. O ciumes dele me tira do sério as vezes-
- Sim, eu lembro. Mas se lembra também que eu disse que você era minha? -Ele perguntou-
- O que adianta eu ser sua se você não é meu? -Perguntei com os olhos marejados-
- Você sabe que não é tão simples assim... -Ele respondeu mais calmo-
- Tem certeza? O que custa você terminar com ela e ficar comigo? -Uma lágrima escorreu-
- Eu não quero ver sua mãe sofrer... -Ele respondeu se aproximando de mim-
- Mas parece que você me quer ver sofrer -Respondi. Ele encostou em mim- Não me toca! Sai de perto de mim! -Disse me afastando-
- Então vai ser assim? -Ele perguntou e eu assenti limpando as lágrimas que caiam- Ótimo!
- Perfeito! Sempre teve que ser assim! -Respondi grossa- Agora boa noite! -Respondi subindo as escadas-
- Boa noite! Felicidades para o casal -Ele respondeu grosso-
- Obrigada! -Gritei e entrei no meu quarto-
Tirei minha roupa e fui em direção ao banheiro. Tomei um banho demorado, já que precisava relaxar. Desliguei o chuveiro, me sequei e vesti meu roupão. Fui para o closet e coloquei uma roupa qualquer para dormir. Me deitei na cama e me cobri. Fazia de tudo para dormir, mas não conseguia de jeito nenhum. Sai do meu quarto e fui para a cozinha preparar um chá de camomila, pois precisava ficar calma e consegui dormir. Eu estava de costas, quando senti dois braços (n/a: se fosse alguém com três braços, seria estranho) envolverem minha cintura.
- Eu falei pra você não encostar em mim -Eu falei sem olhar para ele-
- Eu não me importo! -Ele falou beijando meu pescoço-
- Pois deveria! Pare com isso -Eu disse brava-
- Por quê? Ah sim, você tem um namorado agora -Ele falou debochado-
- Sim e você também tem uma namorada que está aqui! -Eu disse me afastando dele-
- Então vai ser assim? Você vai ficar me evitando? -Ele perguntou chocado-
- Yep! Eu quero que uma coisa fique bem clara, o.k? -Eu perguntei e ele assentiu- Eu não quero nada com você! -Eu falei e fui para a sala beber meu chá-
- Você vai se arrepender muito disse Charlotte! -Ele falou e subiu as escadas-
- VEREMOS -Gritei e fiquei sozinha-

Oi Oi Oi (8)
Como estão? 
Eu até que postei rápido esse capítulo :D 
Vocês estão gostando da história? Se sim, deixe um comentário, isso me anima a continuar a escrever.
Bem-vindos novos leitores <3 
Eu não faço a minima ideia do que vai acontecer na história daqui pra frente huhehueuhehueue. 
Vocês leram os dois novos capítulos que a Feeh postou de "Dream Realized" ? Eu simplesmente morri de rir e fiquei surtando com o beijo que o Gabriel deu na Fer. Não sei se vocês sabem, mas a história que a Feeh faz, é baseada na vida real (O assassinato do Lucas não aconteceu, o.k? '-' ). A Fer é inspirada em mim, na verdade, eu que criei todos os personagens e etc...Então é muito legal ler u-u
Tenho só dois avisos, que são os mesmos.
1° : Não sei se vocês viram, mas resolvemos abrir vagar para moderadores no blog. Como tinha bastante gente querendo fazer parte daqui, eu falei com a Feeh e vamos fazer a seleção. Para isso, é preciso que vocês preencham o formulário (aqui) e aguardem o resultado que sai dia 18/01/2014. Apenas dois candidatos serão escolhidos.
2° : O aniversário da Brunna está chegando e vamos fazer o vídeo, então para isso, precisamos de perguntas, que vocês podem enviar por aqui...

Então até mais gente! Bjs
NÃO SEI SE ATÉ O DIA 31 EU POSTO DE NOVO, ENTÃO UM FELIZ ANO NOVO PRA TODOS VOCÊS <3




























4 comentários:

  1. Nossa to amandoo!!Vc precisa continuar!!!*-*

    ResponderExcluir
  2. Ate q enfim. achei q ela ai continuar com ele, mesno ele estando com sua mae!! T.T

    ResponderExcluir
  3. Bom, eu sei q vc nao ter tempo, mas, POSTE AGORA!!!!!!!!!(zuera) mas serio, quando puder posta logo pfvr*~~~~~~* Se nao eu choro

    ResponderExcluir
  4. issoo poste logo estou amandoo

    ResponderExcluir

Vas Happenin?