30 de nov de 2013

story of my life ♥

Capítulo 4

“Meu aniversário é hoje. ÊÊÊÊ!!!
Não posso fazer qualquer movimento brusco, pois meus pais foram arrumar a mesa do meu café da manhã. Isso é uma tradição na minha família desde sempre, não me lembro quando começou.
O que será que eu vou ganhar do meu pai? Será se é o celular novo que eu queria? Será se é o cartão sem limite que ele disse que ia me dar para minha viagem? Eu falando assim até parece que eu sou aquelas patricinhas que não tem nada na cabeça, mas não, sou mais pra faveladinha e gosto de ser assim.
Meus pais estão subindo beijos...
XOXO
          BRUbS ♥”
Deitei imediatamente e fingi que estava dormindo.
- SURPRESAAAAA! – minha mãe gritou e começaram a cantar parabéns...
Eu estou tremendo! Estou feliz!
- O seu pai quer te falar uma coisa- minha mãe o empurrou. – ele até comprou um presente!
- Brunna, feliz aniversário e que esse seja o melhor aniversário do mundo. Que você tenha um ótimo dia. Daqui a pouco seu padrinho vai chegar, ele disse que quer te dar pessoalmente o se presente.
Meu pai me entregou o meu presente.
Abri.
- Meu carroooooooooooooooooooo! Obrigada paaaaaaaaai! – estou muito feliz.
Levantei da cama e abracei minha família forte.
- Ainda não acabou filha – minha mãe disse – Eu e seus irmãos também compramos um presente! – pegou a caixinha e me deu. Não tava nem embrulhada, minha mãe não é boa de fazer surpresa, ela é mais do tipo “OLHA, COMPREI PRA VOCÊ!”.
- MÃE VOCÊ COMPROU MEU CELULAR? NÃO PRECISAVA!
- Para com isso, você estava morrendo de ansiedade! – meu irmão falou.
- Aproveita seu dia Bru! – minha irmã falou.
Descemos e fomos aproveitar o café da manhã. Depois disso ajudei minha mãe a arrumar a casa. Foi divertido, ouvimos música enquanto estávamos espanando os móveis.
Tomei banho. Vesti uma roupa bonitinha e fiquei mexendo no celular. Estava sozinha, mas percebi que alguém estava subindo as escadas. Fiquei com medo, assumo. Fui ver quem era.
- PARABÉNSSSSSSSSSS! – meu padrinho e minha madrinha gritaram. Meu padrinho estava com uma jarra de flores, uma caixa chocolate e dois envelopes na mão.
- Feliz aniversário minha princesa!- disse ele com sorriso no rosto. Ele me deu um abraço e me entregou as coisas.
- Não precisava disso!
- Mas é claro que precisava, se não você iria fazer a mesma coisa que você fez no seu aniversário de 14 anos. Lembra? – ela chegou mais perto e...- Feliz aniversário minha princesa. – me abraçou.
- Madrinha e padrinho, muito obrigado por estarem aqui. Estou muito feliz. Vocês viram meu celular? – mostrei-o – Eu ganhei um carro do meu pai, descobri que ele guardava 100 reais por mês desde que eu nasci. Mas eu não poço mostrar pra vocês porque meu pai e minha mãe saíram com ele para comprar as coisas para minha festinha que vai ter aqui. Vocês vão poder ficar?
- Não, temos que ir agora. Mas amanhã eu vou te levar para o aeroporto. – disse meu padrinho. Ele me deu um beijo no rosto e saiu. Minha madrinha fez o mesmo.
Não entendi o que ele tinha falado. Levar-me para o aeroporto? Pra que?
Sentei na cama. E comecei a ver meus presentes.
- Esqueci-me de abrir meus três envelopes.
Comecei abrindo o que estava nas flores. Estava escrito assim:
“Para a melhor afilhada de todas.
Para minha afilhada mais querida e mais amada, eu te amo.
Essas flores são iguais a você, bonitas e delicadas.
 Espero que tenha gostado dos seus presentes. Te amo, beijos.”
 Depois pegue o envelope que estava com o número 1.
Tinha um cartão e um bilhetinho dizendo: “Aproveite o possível sua viagem para Londres, era isso que eu tinha te prometido né?”.
Abri o outro envelope que tinha o número 2. Estava desesperada.
Era a minha passagem.
Desci correndo as escadas e fui ver se eles ainda estavam por aqui.
Vi eles entrando no carro. Sai correndo em direção do carro. Abri a porta e abracei meu padrinho bem forte.
- Obrigado por realizar meu sonho. Eu te amo!
Fui até minha madrinha e dei um abraço ainda mais forte.
- Obrigado por existir na minha vida. Eu te amo muito!
Ela me deu um envelope.
- Tinha esquecido de te  entregar.
Ela me deu um beijo na testa e disse:
- Aproveite muito! Agora tenho que ir.
Ela entrou no carro e saiu.
Abri o envelope.
Ela me deu um curso de moda e de música e ainda pagou todas as minhas despesas do hotel.
Disse bem baixinho.
- Obrigado Deus por tudo isso, eu estou inexplicavelmente feliz.

Dia da viagem... 
_____________________________________________.
espero que gostem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vas Happenin?